Seguidores

O Rio - Vinícius de Moraes

 

Uma gota de chuva
A mais, e o ventre grávido
Estremeceu, da terra.
Através de antigos
Sedimentos, rochas
Ignoradas, ouro
Carvão, ferro e mármore
Um fio cristalino
Distante milênios
Partiu fragilmente
Sequioso de espaço
Em busca de luz.

Um rio nasceu.


2 comentários:

  1. As palavras de Vinícius sempre são cheias de profundidades... Eu gosto!
    Um abraço e excelente domingo!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Malu!
    Vinícius de Moraes é demais!!!

    Ótima semana!

    Beijo :)

    ResponderExcluir