Seguidores

Espelhismo - Helena Kolody

Olhou numa poça d’água
E viu a mão estendida.

Alongou a própria destra,
Num impulso de acolhida

Mas, a mão tocou em nada.

Era, apenas, refletida
No espelho da água parada,
A sua mão estendida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário