Seguidores

Lya Luft

Eu no espelho:
atentas, nós duas,
rostos que excedem nossa imagem,
estendemos a mão, espalmamos os dedos nesse pó
de gelo. Sabemos: quando eu mergulhar daqui,
e do seu lado, ela,
hão de girar ao sopro da voragem
todos os meus sonhos, e os sonhos dela.

Labirinto de espelhos, reflexos de reflexos,
eu e ela continuamos sós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário