Seguidores

Veranico - Mário Quintana

Está marcando meio-dia nos olhos dos gatos.
As sombras esconderam-se debaixo da barriga dos cavalos
A cidadezinha sonolenta...A tarde
Avança, lentamente, com o casco coberto de poeira
Como uma tartaruga...
O poema empaca.O poeta adormece
De chatice...
A vida continua, indiferente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário