Seguidores

Matinal - Henriqueta Lisboa

Acorda de madrugada
em lugarejo distante
uma voz terna e confiada:
– Deus é grande.

Nasce das escuras pedras
uma fita de água voante
em que o arco-íris se reflete
– Deus é grande.

As águas límpidas jorram
de banquetas espelhantes:
num desperdício de jóias.
– Deus é grande.

São cabritos, vêm aos saltos
esses meninos ao banho
Como está cheia a cascata!
– Deus é grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário