Seguidores

Cantiga - Álvares de Azevedo

Em um castelo doirado
Dorme encantada donzela;
Nasceu – e vive dormindo
- dorme tudo junto dela.

Adormeceu-a sonhando
Um feiticeiro condão,
E dormem no seio dela
As rosas do coração.

Dorme a lâmpada argentina
Defronte do leito seu:
Noite a noite a lua triste
Dorme pálida no céu.

Voam os sonhos errantes
Do leito sob o dossel,
E suspiram no alaúde
As notas do menestrel.

E no castelo , sozinha,
Dorme encantada donzela:
Nasceu – e vive dormindo
- dorme tudo junto dela.

Dormem cheirosas abrindo
As roseiras em botão,
E dormem no seio dela
As rosas do coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário