Seguidores

Casa - Sophia de Mello B. Andresen

A antiga casa que os ventos rodearam
Com suas noites de espanto e de prodígio
Onde os anjos vermelhos batalharam

A antiga casa de Inverno em cujos vidros
Os ramos nus e negros se cruzaram
Sobre o íman dum céu lunar e frio

Permanece presente como um reino
E atravessa meus sonhos como um rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário