Seguidores

Estás só. Ninguém o sabe - Ricardo Reis (Fernando Pessoa)



Estás só. Ninguém o sabe. Cala e finge.
Mas finge sem fingimento.
Nada esperes que em ti já não exista,
Cada um consigo é triste.
Tens sol se há sol, ramos se ramos buscas,
Sorte se a sorte é dada.

Um comentário:

  1. Bom dia Nádia!
    Cada pessoa tem um jeito próprio de viver!
    Seria bom se cada um lesse pelo menos um poeta. "É por isso que precisamos dos poetas. Pois são aqueles que tecem as suas palavras em volta do frágil fio que nos amarra sobre o abismo. Eles sabem que nos nossos corpos mora um adeus." (Rubem Alves)

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)
    Gostaria de lhe convidar para que comentasse a minha crônica “Milk shake de micose”. Ok?
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir