Seguidores

Raio de Sol - Fiama Hassa P. Brandão,

Raio de Sol na ombreira da porta,
na trave da cadeira, vindo da gelosia,
peço-te para amanhã voltares
mais arqueado pela esfericidade da Terra,
um raio não decididamente recto
cravado no meu tórax côncavo,
mas no meu coração curvo como um globo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário