Seguidores

Catacumbas - Hélio Pellegrino

Somos argila, noite
onde os dedos se afundam,
hemorragia de espantoso silêncio
nas galerias do corpo.

O resto,
o resto é pura perda
e transitória insônia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário