Seguidores

Canção para musicar - Tasso da Silveira



Por que ficaram as árvores
tão sós e silentes que o vento parou?

Por que de súbito os pássaros
quedaram tão quietos que o luar se apagou?

Foi uma face de estrela
que uma água parada na mata espelhou

Foi a beleza do mundo
que na alma dos poetas, sonhando, cantou.

Um comentário:

  1. Há momentos assim, com o seu quê de magia...

    Beijo :)

    ResponderExcluir