Seguidores

Aqui tudo é silêncio - Vieira Calado

Aqui tudo é silêncio entre estas árvores
que assobiam em silêncio.

Tudo é sereno como a distância,
a abstracta viuvez dum musgo.

Aqui me atenho, hoje, no fugas momento
das seivas que iluminam o frio do tempo

neste dilúvio perecível devaneio
da eterna ausência e essência inerte.



Um comentário: