Seguidores

Sonhar - Helena Kolody

Sonhar é transportar-nos em asas de ouro e aço
Aos páramos azuis da luz e da harmonia;
É ambicionar o céu; é dominar o espaço,
Num vôo poderoso e audaz da fantasia.

Fugir ao mundo vil, tão vil que, sem cansaço,
Engana, e menospreza, e zomba, e calunia;
Encastelar-se, enfim, no deslumbrante paço,
De um sonho puro e bom, de paz e de alegria.

É ver no lago um mar, nas nuvens um castelo,
Na luz de um pirilampo um sol pequeno e belo;
É alçar, constantemente, o olhar ao céu profundo.

Sonhar é ter ideal na inglória lida:
Tão grande que não cabe inteiro nesta vida,
Tão puro que não vive em plagas deste mundo.


2 comentários:

  1. "O sonhar é tão puro, que não cabe em plagas deste mundo"... Belíssimo, Nádia! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Shirley.
    O poema de Helena Kolody vem nos lembrar a pureza que é o sonhar.

    Obrigada pela visita e comentário.
    Tenha uma ótima tarde!

    Beijos :)

    ResponderExcluir