Seguidores

Quando a natureza faz amor - Rosália Milsztajn


A flor estremece
 De gozo
 Com o beijo
 Do beija-flor

 O vento levanta
 Eufórico as águas
 que arrepiam
 Em finas vagas

 O mar molha
 Salga
 A encosta
 Com sua língua

 A lua cintila
 Com a faixa de sêmen
 Que o mar
 Ejacula

 O sol se excita
 Em rijos raios
 Que penetram
 Úmidas matas

 E a floresta
 Cheira a sexo
 Do orvalho
 Da manhã

 No orgasmo das nuvens
 A chuva chora
 E o silêncio dorme


Nenhum comentário:

Postar um comentário