Seguidores

Sabiá II - Cecília Meireles

Vi descer a tempestade,
Sabiá,
sobre nuvens tenebrosas.
Os homens, soltos, corriam,
Sabiá...
(De onde lhes vem tal pavor?)
- Presas morriam as rosas,
em seu destino de flor.

Nessa densa tarde escura,
Sabiá,
entre as batalhas do vento,
escutei pela montanha
tua voz tranquila e pura,
Sabiá,
- perfeita imagem do amor
em cristal de pensamento:
grande, claro e sofredor.

Debrucei-me no ar selvagem,
Sabiá,
para ouvi-la, tão serena,
sem medo do fim do mundo,
proclamar sua mensagem,
Sabiá.

Levarei para onde for
dois perfis da mesma pena:
meu silêncio, teu clamor.

3 comentários:

  1. Nosssaaaa, eu adoro a Cecília Meireles! Belo post..bjuss

    http://angelmartinss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Cecília sempre brilhante.
    Lindo post e bela foto.
    http://joana-gleyze.blogspot.com/ dá uma passadinha.

    ResponderExcluir
  3. Tal como o comentarista anterior, também eu gosto de Cecília Meireles. Obrigado.

    Beijo :)

    ResponderExcluir