Seguidores

Regalo - Maria Esther Maciel


Quando meu pai
voltava da roça
trazia, além da alegria
garrafas de leite cru.

Às vezes, cestas de ovos
mangas maduras
polvilho, açafrão em pó.

Trazia o cheiro das coisas
sem malícia. A memória
dos pastos.

O azul.

2 comentários:

  1. Que todos pudessem ter guardados na memória, um cheiro de pasto, de manga madura,cesta de ovos.Coisas puras,dos tempos da ternura. Eu tenho,e sou feliz por isso. LINDO. Bom domingo Nádia.

    ResponderExcluir
  2. Eu também, Lourdinha! Amo tudo isso...

    Bom domingo e ótima semana!
    Bjs :)

    ResponderExcluir