Seguidores

No meu olhar - Cecília Vilas Boas

No meu olhar, voam pássaros inventados
 Contos lendários de príncipes e princesas
 Centelhas de ventos sobranceiros
 Violetas que perfumam o meu travesseiro.

 Vejo névoas que encobrem castelos
 Manhãs de bruma em dias soalheiros
 Ondas oceânicas, que rebentam nas estrelas
 Tudo cabe ali, na fantasia do meu olhar...

 Nos meus sonhos perco-me em melancolia
 Ainda lembro as brisas aladas do fim de tarde
 E as magnólias do meu jardim...
 Onde estão as magnólias do meu jardim?!


6 comentários:

  1. Obrigada querida Nádia...


    beijinhos
    cecilia

    ResponderExcluir
  2. Eu que lhe agradeço pelos maravilhosos poemas, Cecília!

    Meu carinho e admiração!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nádia, parabéns pelo seu blogue.
    Já cá tinha estado, mas desta vez vim atrás de um poema sublime de Cecília Vilas Boas.
    Que a Poesia nunca se cale nas nossas bocas. E o amor também.
    Abraços de palavras e afectos,

    Lília Tavares

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Lília Tavares! Seja bem-vinda!
    A Poesia e o Amor sempre presentes...
    Abraços carinhosos :)

    Nádia

    ResponderExcluir
  5. Nádia e Lília, obrigada pelas vossas palavras.

    beijinho
    cecilia

    ResponderExcluir