Seguidores

Elegia - Odylo Costa, Filho

A pedra, e o que há dentro dela.
A árvore, e o que há dentro dela.
O corpo, e o que há dentro dele.

Leves são as nuvens no céu.
Mesmo no cemitério abandonado há flores
e velas acesas: o amor vive.

Os jasmineiros cobrem as sepulturas pobres
como renda cheirosa e lençol branco.
As mãos se fecham. Juntas escondem
a veia aberta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário