Seguidores

O eco de mil sinos de prata - Ana Hatherly

O eco de mil sinos de prata
emudece
ante o labor da aranha

O tempo emudece
na cegueira do ar
na sua geografia nula

Que queres de mim
matéria insensível?

Nas coisas conhecidas
o verbo ser
emudece

2 comentários:

  1. Qualidade de escrita excepcional. O blog é espetacularmente lindo e organizado. As poesias são belíssimas e as imagens dos posts, explêndidas. Parabéns pelo conjunto harmonioso e pleno de talento e dedicação de quem sabe o que quer e o que os leitores querem. Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Palavras que aquecem meu coração.
    Obrigada e seja bem-vindo!
    Abraço

    ResponderExcluir